• Rafael Torres

A Moça do Sonho, de Edu Lobo e Chico Buarque

O nosso terceiro disco, "Argonautas Interpretam Edu Lobo", já estava praticamente todo gravado. Deve ter umas 10 músicas que eu queria ter gravado e incluído, mas a verdade é que ele já é bem comprido. Pois bem, quase todo gravado, mas eu queria muito colocar essa música (A Moça do Sonho, de Edu Lobo e Chico Buarque). Só que não tínhamos mais tempo de fazer arranjo e gravar a banda inteira. Então, um dia, tive a ideia de gravar sozinho ao violão. Se não me engano, foi um só take pro violão e outro pra voz (não gravo os dois juntos, nunca).


Adorei o resultado. A música é linda. Cantei na organização em que o Edu canta no disco "Cambaio", que é diferente da que o Chico canta em "Caravanas". A métrica, mantive minha mania de fazer bem quadradinha. O violão poucas vezes toca um si menor, que é o tom da música. No lugar dele, coloco um acorde ambíguo. E termina em si maior.


O disco inteiro você pode encontrar no site dos Argonautas: www.grupoargonautas.com.br


Comente aí o que achou!

A Moça do Sonho

Edu Lobo e Chico Buarque


Súbito me encantou A moça em contraluz Arrisquei perguntar: quem és?

Mas fraquejou a voz Sem jeito eu lhe pegava as mãos Como quem desatasse um nó Soprei seu rosto sem pensar E o rosto se desfez em pó


Por encanto voltou Cantando a meia-voz Súbito perguntei: quem és? Mas oscilou a luz Fugia devagar de mim E quando a segurei, gemeu O seu vestido se partiu E o rosto já não era o seu


Há de haver algum lugar Um confuso casarão Onde os sonhos serão reais E a vida não Por ali reinaria meu bem Com seus risos, seus ais, sua tez E uma cama onde à noite Sonhasse comigo Talvez


Um lugar deve existir Uma espécie de bazar Onde os sonhos extraviados Vão parar Entre escadas que fogem dos pés E relógios que rodam pra trás Se eu pudesse encontrar meu amor Não voltava

Jamais

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo