• Rafael Torres

A Permuta dos Santos, de Edu Lobo e Chico Buarque, com Argonautas e Mônica Salmaso

Mais uma música do disco "Argonautas Interpretam Edu Lobo". Quando convidamos a Mônica Salmaso para participar de um show com a gente, em 2018, demos a ela total liberdade pra escolher as músicas que quisesse. A única de Edu Lobo e, salvo engano, a única do Chico Buarque também, foi essa: "A Permuta dos Santos". Daí, quando fomos gravar um disco com as músicas deles, reaproveitamos o arranjo e fomos mais uma vez beneficiados pela boa vontade da convidada. É um luxo.


A única coisa que ela pediu foi que eu tocasse um Lá bem nítido entre a introdução e sua entrada, isso no show. Tirando isso, "você pode colocar as dissonâncias que quiser". É claro que esse Lá era pra ela se situar harmonicamente de imediato, já que não teríamos muitos ensaios, mas eu tenho certeza que se eu tocasse um Ré Bemol, ainda assim ela entrava certo (por falar nisso, na gravação, vocês nem vão ouvir esse Lá, substituí por um efeito de sinos).


Essa música fala do curioso costume de "castigar" os santos e trocá-los de igreja até que venha a chuva. No Songbook (série de livros com as partituras de várias lendas da MPB produzidos por Almir Chediak) do Chico Buarque, tem uma breve descrição de Câmara Cascudo sobre esse hábito. Diz o autor:


"[...] Outro recurso muito eficaz, o mais eficaz de todos eles, consiste em "contrariar" os santos. [...] levava-se para ali o S. Sebastião da igreja local, trazendo-se, em troca, [...], a imagem do Senhor do Bonfim, tudo processionalmente, com rezas e cânticos. Enquanto não chovia os santos não voltavam para seus lugares."


Dicionário do Folclore Brasileiro, de Luís da Câmara Cascudo


Voz: Mônica Salmaso

Violão e arranjo: Rafael Torres

Acordeão: Ayrton Pessoa

Baixo: Ednar Pinho

Percussão: Igor Ribeiro

Bateria: Luiz Orsano


Escute o disco em: www.grupoargonautas.com.br


A Permuta dos Santos

(Edu Lobo e Chico Buarque)

São José de porcelana vai morar Na matriz da Imaculada Conceição O bom José desalojado pode agora despertar E acudir os seus fiéis sem terra, sem trabalho e pão Vai a virgem de alabastro Conceição Na 'carroça' para a Igreja do Bonfim A Conceição incomodada 'de escutar' nossa oração Nos livrar da seca, da enxurrada e da estação ruim Bom Jesus de luz neon sai do Bonfim Pra capela de São Carlos Borromeu O Bom Jesus contrariado deve se lembrar enfim De mandar o tempo de fartura que nos prometeu Borromeu pedra-sabão vai pro altar Pertencente à estrela-mãe de Nazaré A Nazaré vai 'de mudança' pro mosteiro de São João E o Evangelista pra basílica de São José Mas se a vida mesmo assim não melhorar Os beatos vão largar a boa-fé E as paróquias com seus santos, tudo fora de lugar Santo que quiser voltar pra casa, só se for a pé

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo