• Meucarovinho

Pepeu Gomes, enfim, popular "Na Terra A Mais de Mil"


Conhecido como o exímio guitarrista dos Novos Baianos, Pedro Aníbal de Oliveira Gomes, ou simplesmente Pepeu, assumiu pouco a pouco sua porção cantor assim que Moraes Moreira (1947 - 2020) deixou os Novos Baianos para assumir carreira solo em 1975. Pepeu assumiu o microfone e a direção musical junto a Paulinho Boca de Cantor e Baby Consuelo e já no psicodélico álbum "Caia Na Estrada e Perigas Ver" (Tapecar/1977)  soltou a voz em "Eu Não Procuro Som", parceria com Moraes e Galvão.

Com a dissolução do grupo, em 1978, Pepeu assinou com a gravadora CBS (atual Sony) para lançar seu primeiro disco como instrumentista, intitulado "Geração de Som", com influências que adquiriu ao longo do tempo - vão desde o chorinho ao samba. "Malacaxeta" - inspirada no riff de "Wait Until Tomorrow", do Jimi Hendrix - foi o pontapé para que a crítica não mais o visse como um músico de apoio, mas como um guitarrista de destaque.


Também em 1978, Pepeu voltou a acompanhar Gilberto Gil como guitarrista no show gravado ao vivo em Montreux, na Suíça. Quando o produtor André Midani fundou a filial brasileira da Warner Music, contratou Pepeu para fazer parte do casting e "Na Terra A Mais de Mil", seu segundo LP, foi lançado. Foi aí que, pela primeira vez, Pepeu foi visto como cantor popular, devido ao sucesso de "Meu Coração", primeira faixa de trabalho usada para promover o disco e que foi incluída na trilha sonora da novela "Marina", exibida pela Rede Globo.


Gil e Pepeu no festival de Jazz de Montreux

Sobre essa música, Pepeu contou, em depoimento para o seu DVD de 2004, que a letra foi composta com Gil, numa carona até o aeroporto. Dócil, a canção remete à chegada de um novo amor e a maturidade alcançada, atento para não repetir os erros do passado.


"Na Terra A Mais de Mil" é pontuado por muitos como o primeiro disco do Pepeu em que ele mostrou sua voz, antes não tão bem aproveitada em faixas sem apelo radiofônico. Desta vez, o repertório foi acertado e Pepeu mesclou bem sua porção vocalista/instrumentista em faixas que, assim como no "Geração de Som", expuseram sua influência nos mais diversos estilos da música popular brasileira.


E isso era só o começo.


Meucarovinho (IVISSON CARDOSO) é baiano de Salvador, iniciou suas atividades no ramo da música ainda quando estudante de Letras na UCSAL pelas redes sociais. Trocou residência por São Paulo em 2010 e passou a atuar como DJ na cidade. Já foi capa da revista Starwax Magazine na França e foi convidado pelo programa "Manos e Minas" da TV Cultura a apresentar a sua coleção de LPs no quadro "Discoteca Básica". Recentemente participou da série de TV "Rota do Vinil" em exibição pelo canal Music Box Brasil. 

Crédito da foto: Felipe Garcia 

1 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo